"Ao longo do seu desenvolvimento, o ser humano criou várias formas de se comunicar e de interagir com seu meio social. Entre elas, estão as possibilidades de comunicação oral, escrita e gestual. A perda ou o não desenvolvimento de uma dessas habilidades acarreta ao indivíduo, criança ou adulto, sérios problemas de convivência e de inserção em ambientes sociais.

Atualmente, estima-se que 1.3% da população apresente alguma dificuldade de comunicação oral. E uma das medidas que atenuam essas dificuldades são os recursos e as estratégias criados pela Comunicação Alternativa e Ampliada (CAA). O projeto de extensão “Comunicação Alternativa e Ampliada - possibilidades de comunicação e de inclusão para crianças com deficiência: Uma atuação do Terapeuta Ocupacional”, sob a coordenação da professora e terapeuta ocupacional Mariane Sarmento, da Universidade Federal do Pará (UFPA), dedica-se à criação de várias formas de comunicação para pacientes com problemas comunicacionais."

Leia a matéria completa no Jornal Beira do Rio.

 


Agendas de Salas e Laboratórios

Links

Usuários Online

Temos 68 visitantes e Nenhum membro online

Estatísticas

Ver quantos acessos teve os artigos
24054